segunda-feira, 15 de junho de 2009

A Estrada de Atapuz


Atapuz é uma praia do litoral norte pernambucano. Na verdade, uma vila de pescadores, com muito poucas casas de veraneio, sendo o grosso da pequena população formado por "nativos". O litoral norte pernambucano conserva uma aura de certa preservação, de não ter sido engolido pelos grandes resorts destinados aos ricos turistas europeus e/ou do sul e sudeste. É comum escutarmos alguns investidores imobiliários da região reclamarem da pobre infra-estrutura destinadas às praias do litoral norte. Esta semana, os moradores da praia de Atapuz, município de Goiana, reclamaram através da Rede Globo que a estrada que liga Atapuz à BR que vai até a praia de Ponta de Pedras, está em condições terríveis. Estive em Atapuz há menos de 2 meses e posso dar testemunho que a estrada está em péssimas condições, com buracos e atoleiros para todos os lados. Os moradores reinvidicaram o asfaltamento da pista e o DER prometeu para o mês de Setembro a conclusão das obras. Aí, venho eu e pergunto: "Será que asfaltar a estrada de Atapuz vai trazer benefícios reais para a população local?"

Entendam-me, não estou sendo contraditório, pois se disse que a estrada estava péssima há dois meses como posso ser contrário ao asfaltamento da pista? A questão é um pouco mais delicada. Atapuz é um paraíso da tranquilidade. Por suas ruas de barro (não existe nenhuma rua asfaltada) não passam aqueles carros com o som explodindo tocando axé ou pagode, nem aqueles malditos quadriciclos dirigidos por crianças capazes de atropelar outras crianças, nem o burburinho incessantes das festas badaladas. O turista que se arrisca a ir à Atapuz está interessado no sossego, na preservação da área de mangue, no ecoturismo, no silêncio da noite e na localização das milhares de estrelas disponíveis.

Para os moradores nativos realmente deve ser muito complicado e, eles tem a preferência sobre as decisões, afinal são os que vivem aquela realidade. Imaginem uma criança com febre numa noite de chuva? Apenas com muita perícia e sorte, o condutor conseguiria sair de Atapuz e entregar a criança aos cuidados médicos. Também é complicada a situação de quem trabalha fora de Atapuz, por exemplo em Goiana ou em Recife. O asfaltamento da estrada poderá trazer novas empresas, novas pousadas, turistas, ampliação dos mercadinhos...

O que mais chama a atenção em quem visita Atapuz é a conservação da área de mangue. A praia não tem ondas propícias ao surf ou outros esportes do tipo, é uma reserva natural, um estuário onde a natureza funciona em perfeita harmonia. As águas não são poluídas, a população vive da pesca e da colheita de frutos do mar, enfim, o ambiente é saudável para todos que visitam. Mas, quem garante que o ecossistema será preservado com a possível chegada de novos turistas? Esgoto, lixo, poluição sonora e visual. Todas essas intempéries virão com os turistas. Não sou contra a chegada do asfalto, mas ficarei triste se em poucos anos, Atapuz vier a se transformar numa praia badalada ou coisa do tipo. Quando eu era criança, Porto de Galinhas era uma pequena vila de pescadores e hoje é uma cidade com todos os prós e contras.

Essa semana estava visitando sites e blogues do sertão da Paraíba, para saber notícias das regiões de onde meus pais vieram, o Vale do Piancó. Pois bem, uma notícia me chamou a atenção: os moradores do município de Nova Olinda colocaram uma placa na cidade reclamando que as operadoras de celular não chegavam lá, mas que tinha chegado na vizinha cidade de Santana dos Garrotes. A chegada do requerido sinal colocará de vez a cidade de Nova Olinda no rol dos municípios integrados à modernidade. Quem sabe, em breve, os moradores terão o luxo de enfrentarem um engarrafamento, respirarem monóxido de carbono, apressar-se em nome da burocracia.


Repito que não sou contra a vontade popular. Quem mora em cada cidade que decida o que vai ocorrer de mais proveitoso para si. Apenas quero defender as particularidades. Acredito que Atapuz seja um paraíso de tranquilidade e que a cidade não tem, ainda, infra-estrutura para receber uma explosão demográfica de turistas. Talvez, seja interessante adotar o modelo empregado em Fernando de Noronha, onde o número de turistas é regulamentado e o turismo ecológico, tentando manter o ecossistema preservado, é a base da economia local. Estou aqui, no meu cantinho, pouca coisa posso fazer perante o dragão de sete cabeças que é a burocracia governamental, mas deixo meu pitaco: se asfaltarem a estrada para Atapuz, que o façam de forma organizada, para que o que é realidade hoje não se torne lembrança fotográfica no futuro.

8 comentários:

André Raboni disse...

Atapuz...

Praia de lama cheirosa! Maravilha, de airosas estrelas soturnas e cintilantes.

André Raboni disse...

Ah,

gostei do visual novo aí do blog, véi! Não tinha visto ainda.


heheheheh

Nata disse...

Cara... Atapuz! Fazendo projeto para lá, com diagnóstico rural participativo! Gostei muito!

Anônimo disse...

passei o meu natal la, realmente aquele silencio, o vento fresco e a natureza ainda "natural" sao os maiores atrativos deste lugar.
mas a minha prima mora la e tem um bebê de dois meses, é muito complicado pra quem mora nesse lugar, alem disso tem a precariedade da segurança, ja que muitos presos de itamaraca fogem pra la e fica dificil ate de chamar a policia, quem quer estudar tambem é dificil, ja q nao tem escolas de nivel medio e mto menos faculdades.

mas de certa forma, vou sentir mta falta da tranquilidade, acho q vai demorar um pouco pra piorar tando ja q o lugar ainda é um desconhecido pelo meos pra quem mora em recife, que é o lugar de onde vem mais pessoas para as praias do litoral norte

Anônimo disse...

nata .....que tipo de projeto??consientizaçao e integraçao!

Atapuz Um lugar pra ser feliz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Atapuz Um lugar pra ser feliz disse...

Atapuz é um lugar lindo! Graças as pessoas que vieram de fora, foi possível a construção da estrada e de muitas outras coisas para os moradores, como : emprego e outras pespectivas de vida. Não acredito que Atapuz chegue um dia a ser como Porto de Galinhas, porque aqui não tem praia, aqui é mangue. Atapuz será sempre mais procurado por pessoas que gostam de sossego.

merda disse...

ATAPUZ AGORA TA MUITO BOM VISS..
JA FIZERAM A ESTRADA.
AGORA TA MIL MARAVILHAS
GRAÇAS A POPULAÇAO DE ATAPUZ EAUGUSTO DA POUZADA.
O PREFEITO ANDA FALANDO POR AI QUE FOI ELE QUE FEZ TUDO MENTIRA.
ELE NAO FAZ E NADA...
HENRIQUE FINELON MENTIROSO SAFADO.KKK