quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Os Herdeiros de Lampião


Jornais e periódicos são feitos de notícias, interpretações da realidade cotidiana de um determinado lugar, cuja temática pode variar de cardápio cultural até a sangria policial. Porém, o que chama a atenção do cidadão mais advertido é, por vezes, a ausência ou omissão de uma notícia. Essa primeira semana de Dezembro foi marcada por um acontecimento que envolve uma simbologia muito forte e cujas interpretações são tão polêmicas que, talvez, os jornais preferiram ausentar o leitor da possibilidade de debater o caso. Trata-se da agressão sofrida por um jovem turista de 17 anos no bairro de Boa Viagem, zona sul do Recife. O mancebo disse ser atacado por quatro homens enquanto se encaminhava para uma noitada numa famosa boate localizada na Av. Eng. Domingos Ferreira. O que chama a atenção nessa violência aparentemente gratuita é que os jovens agressores diziam defender uma ideologia ultraregionalista, cujo lema seria: "O Nordeste para os nordestinos." Ih, acho que já vimos esse filme em algum lugar.


O turista paulista deu tocantes depoimentos no que concerne à atuação do grupo, que ao que parece é formado por quatro homens, jovens e robustos, e que prometem aterrorizar a vida dos visitantes sulistas. Prestem atenção ao depoimento do jovem turista, que terá sua identidade preservada. Essa notícia recebeu uma pequeníssima nota num jornal barato e de pouca credibilidade que circula por nossa cidade maurícia. Vejam o que o rapaz disse: "Estava caminhando pra Nox quando uma kombi branca parou ao meu lado e três homens fortes e armados de facas e foices pediram que eu entrasse na kombi avisando que era um sequestro-relâmpago e que eu não reagisse, pois eles me liberariam logo. Mas, taparam meus olhos e quando pude enxergar, estava numa casa muito velha e suja." Detalhe que no depoimento à polícia, o jovem turista afirmou que a kombi rodou por 20 minutos antes de chegar à citada residência. É possível que os "sequestradores" tenham dirigido em círculos para despistar a polícia.


O mais interessante de tudo isso é que os sequestradores torturaram o jovem turista e pediram que o maltratado expusesse o caso na imprensa para assim divulgar sua ideologia. O grupo de torturadores se autodenominou Os Herdeiros de Lampião, e golpearam o pobre turista com materiais cortantes que variavam de faca peixeira até colher de pedreiro. Os relatos são impressionantes da selvageria dos agressores. Chegaram a tatuar no alvo peito do paulista as iniciais HL, que seria a sigla para Herdeiros de Lampião. O detalhe mais aterrorizante foi que a artesanal "tatuagem" foi feita com colher de pedreiro em brasa. O rapaz, depois de ser cortado e levar vários socos que culminaram com a perda de três dentes, foi liberado na praia de Piedade, há menos de um quilômetro do hotel em que estava hospedado. O jovem, fortemente abalado, terminou sua entrevista na Delegacia de Boa Viagem dizendo que nunca mais voltaria ao Recife e que os Herdeiros de Lampião mandaram um recado à imprensa que enquanto os nordestinos fossem atacados em São Paulo, ou em qualquer cidade do eixo sul e sudeste, as retaliações não cessariam na capital pernambucana.


10 comentários:

Anônimo disse...

É ISSO AE, AS VIÚVAS DO LAMPIÃO
HEHE

Rodrigo disse...

Esta situação eu ouvi andando de bicicleta a noite em São João del Rei, em julho. Rapaz, quem me contou este causo foi um torcedor do timbu. Ele demonstrou uma certa proximidade ideológica com o grupo HL.

Anônimo disse...

Rapaz, parece que ontem teve mais um turista atacado por essa gang aí!!!

Mas, essa nossa imprensa de merda nunca dá as notícias.

Assustador...

Pedro Emanuel disse...

Ainda bem que sou carioca!!! Quanto mais os paulistas se fu* melhor. ;)

alex disse...

bem, falta agora eles lançarem seu manifesto apenas:
"guerreiros de lampião, uni-vos!"

Jefferson Góes disse...

Caralho, isso é sério. Talvez a imprensa não dê destaque a estes atos de violência para que os ânimos entre paulistas e nordestinos não se acirrem ainda mais (não digo, naturalmente, que isto seja correto).

Investigação e punição.

Anônimo disse...

Que merda o comentário do tal Pedro Emanuel.
Essa notícia é muito séria e triste... Quando li alguns comentários aqui, pensei: como ainda tem gente que é alma sebosa e acha que atitudes como essas são válidas?? Afff...

glauber disse...

caralho isso é de verdade mesmo?

ja acho um nojo essa galera dai com o odio generalizante a bahia e aos baianos. agora essa noticia dai é o cumulo.

Orgulho de ser nordestino ok, mas separatismo skinhead é foda

wagner disse...

Essa é a herança maldita de lampião,infelismnete a midia e os professores de historia sempre mostram esse bandido como um heroi defensor dos humildes,existe até uma cidade do nordeste com a estatua dele,os professores deviam mostrar o que ele realmente era um bandido sem carater,Lampião não tinha piedade nem como os ricos e nem com os pobres,é triste ver jovens se inspirando em tal figura.É muito ruim para o Brasil.

wagner disse...

Foi isso que lampião deixou banditismo e mortes e idiotas que seguem seu exemplo.