segunda-feira, 26 de abril de 2010

Höstsonaten


"É preciso aprender a viver.
Eu treino todos os dias.
Meu maior obstáculo é eu não saber quem sou.
Vou tropeçando, às cegas.
Se alguém me amar do jeito que eu sou...
Talvez eu me arrisque a olhar para mim mesma.
Para mim, esta possibilidade é bastante remota." Eva (Liv Ullmann)





Por mais difícil que venha a ser controlar a ansiedade de devorar, agradeço à vida pela oportunidade de, entre tantos filmes de Ingmar Bergman, nunca ter assistido A Sonata de Outono até duas horas atrás. Prolongar-me não posso, resta-me balbuciar pela criatura de Eva. "Mãe e filha: que mistura terrível... de sentimentos, confusão e destruição." Uma rajada cortante de sopro glacial. Assim como O Sétimo Selo e Luz de Inverno, esse filme de Bergman, inédito até o início desta noite tediosa, entram para a galeria dos sagrados, se assim posso me pronunciar.


O Filme está pronto pra assistir após o download. Não precisa baixar mais nada, nem copiar legenda. É clicar e assistir.

p.s.: Se alguém conseguir achar algum link para download da música de abertura, eu agradeço.

4 comentários:

Sofia Galvão disse...

Hm... é um filme alemão? Tô bastante interessada em quinquilharias alemãs ultimamente, porque tô tomando aulas dessa germânica forma de expressão mais comumente conhecida como língua alemã :P

E, NÃO! Não estou morando fora... hahahaha, só passei um mês lá pelas Zoropa visitando minha irmã e aproveitando pra conhecer uns lugares e pessoas legais :)

Beijos! Saudades!

Dodô disse...

Esse filme é sueco. Serve?

Sofia Galvão disse...

Ahh... bem que eu tentei achar o significado do título em alemão e não consegui. É parecido, mas... hehehe. Só que prestando mais atenção foi que eu percebi "Sonata de Outono" <-> "Höstsonaten"... hmmm! Hehehe. Línguas são engraçadas, nórdico-germânicas, então... hilárias :)

Camila S. disse...

Recomendação prontamente anotada e já agradeço antecipadamente ao link do download!