terça-feira, 5 de outubro de 2010

André, A Cara e a Coragem


Esse é o título desse filme do diretor Xavier de Oliveira que esteve em cartaz nos cinemas brasileiros no ano de 1971. No papel principal encontramos o ator Stepan Nercessian, ainda muito jovem, na pele do rapaz André, um mineiro de Carangola, de 17 anos, que foi tentar a sorte na cidade grande, mais precisamente, no Rio de Janeiro. Até aí, um roteiro bastante conhecido.

É um filme simples, de linguajar comum, de brasileiros pobres. Mostra um Rio de Janeiro de 40 anos atrás. Diferente em suas construções, nos carros, na fala das pessoas... André é um rapaz que passa o filme buscando um emprego pra se manter no Rio. Não quer voltar pro interior de Minas com o estigma de quem saiu e não se deu bem. O orgulho que tanta gente carrega consigo pelos caminhos das grandes cidades brasileiras.

Assisti esse filme pela primeira vez numa noite de sábado na TV Cultura. Naquela noite de sábado em que as pessoas saíam para se divertir, senti a alma confortada e sensibilizada pelo drama do jovem no filme. À época, procurei o filme pra baixar e não encontrei. Tampouco o achei nas locadoras. Certo dia, encontrei um site onde disponibilizavam o filme pra download. Baixei, mas apenas hoje à noite assisti o filme novamente. E me emocionei de novo. O cinema brasileiro tem aquele estigma de querer fazer filmes naturalistas, com palavrões chulos e discursos pseudo-intelectuais cheios de clichê. Não duvido que este filme também o tenha. Mas, há uma simplicidade que encanta. O rapaz é um sonhador, tantas vezes em silêncio. Destaque para a bela atriz Angêla Valério e para a cena em que eles saem para passear pela zona sul carioca.

Assistam e comentem as vossas opiniões.

4 comentários:

Alisson da Hora disse...

Esse filme é realmente massa, eu lembro de tê-lo assistido na Cultura, também (mesmo sábado?)e o que me tocou nesse filme foi realmente isso, a simplicidade e o fato de ir contra a maré da pornochanchada... E fiquei espantado de ter visto uma Françoise Fourton criança ainda...rsrsrs

grande lembrança!

Dodô disse...

poxa vida, não sabia q ela era a françoise fourton...

marcos marquinho disse...

Realmente! O filme é encantador. Uma correção em um dos comentários acima: A atriz desse filme é a Angela Valério e não a Françoise Fourton do filme Marcelo Zona Sul, também protagonizado pelo Nercessian.

marcos marquinho disse...

Realmente! O filme é encantador. Uma correção em um dos comentários acima: A atriz desse filme é a Angela Valério e não a Françoise Fourton do filme Marcelo Zona Sul, também protagonizado pelo Nercessian.